Muitos dias longe daqui. Gente que vida corrida: casa, trabalho, estudo e outras preocupações e ocupações me deixaram um pouco distante. Depois te ter feito um layout com a minha cara, resolvi não deixar mais que essas coisas me tirem daqui. Passei muito tempo pensando em como poderia mudar algo, em como arrumar mais seguidores, parceiros e outras coisas legais que vejo em outros blogs, mas depois que li o texto "Blogs, autocobrança e confusões da vida" da Paulla Buzzo, comecei a perceber o que realmente eu preciso, o que realmente me faz feliz.

Esse texto me ajudou bastante, me mostrou o que eu já sabia mas não queria enxergar. Eu sempre gostei de escrever, de compartilhar coisas do meu dia-a-dia. Comecei nessa vida de blog quando fazia jornalismo, compartilhava de algumas opiniões ou simplesmente divulgava algum texto legal. Já tive vários blogs dos quais sempre desisti: ou por conta do tempo ou simplesmente por falta de incentivo ou criatividade. 

Já li vários blogs onde tinham textos sobre "o que eu gosto ou não gosto no seu blog", "como seu blog deve ser" etc etc... Sinceramente, nenhum deles me ajudou em nada! Sempre tive aquele pensamento de quê, blog é algo pessoal, é algo que você compartilha sua vida, seus gostos, suas descobertas... Eu também curto blogs que te dão dicas mas não que impõe como deve ser algo que é só seu!

"O que me faz feliz é chegar aqui e abrir o coração, falar sobre as coisas que eu amo, falar sobre a vida – mas como fazer isso de maneira sincera e ao mesmo tempo não se expor muito?" Quando li essa parte do texto, eu parei e pensei: será que procurar lucrar com o blog vai me fazer feliz? Será que transformar ele em algo que eu não gosto apenas para ganhar seguidores, vai me dar prazer? Acorda Mayara, essa não é você!

Então me decide que vou sim continuar com o blog! Vou sim continuar compartilhando com vocês algo sobre tudo que eu gosto. Mostrando um pouco de mim e do que eu faço. Vou falar mais sobre mim, sobre minha profissão, sobre meu lar e minha vida. Desabafos também irão ocorrer de vez em quando, até porque vejo o blog como um diário virtual. 

Então vocês vão começar a ver algo mais diferente, sobre minha vida de dona de casa, sobre meu trabalho, coisa que eu não tinha muito o costume de postar pois achava que seria banal. "Pô May, o blog é seu e você nunca pensou que essas coisas que você acha banal, pode ser legal pra alguém?" 

Eu espero sinceramente que continuem comigo, gostando ou não das minhas postagens hahaha A presença, o comentário de vocês é muito importante pra mim. O blog é algo que levo levar pra frente durante muito tempo mesmo com tanta confusão. Então, não me deixem desistir, tá?!

Beijos no coração ❤








Deixe um comentário

Seu comentário é sempre bem vindo!
Comente, opine, se expresse. Esse espaço é seu!
Espero que tenha gostado do blog e volte sempre!